sexta-feira, dezembro 31, 2010

A Longeva Criptoméria

Hoje apercebi-me de que para além de se encerrar um ano, também se encerra uma década... Dez anos de uma assentada ficam assim encaixotados... Quando liguei a televisão (japonesa) para ver as notícias (do Japão) fiquei paradinho aí uns 10 minutos... É que estava atrasado para ir trabalhar no último dia de trabalho... Estava atrasado bem mais de 10 minutos... Mas que culpa tenho eu de que as criptomérias-japónicas (quase todas elas com mais de 10 anos) andassem a passear pelo plasma? E fiquei com esta imagem na minha memória... Será que daqui a 2.000 anos este pequeno rebento do cedro-japonês (Criptomeria japonica) irá ainda por cá andar como alguns dos seus avós aindam andam?

terça-feira, dezembro 28, 2010

O Flamingo no País das Maravilhas

Recordo que por volta de 2008 foi lançado em Portugal o Livro Vermelho das Espécies Ameaçadas... Só hoje me dei conta de uma pequena lacuna na listagem aí descrita... Acho que se esqueceram de incluir uma espécie... Hoje senti-me na pele dessa espécie em risco... Vi o risco, avaliei-o e até o cheguei a pisar... Mas alguém se adiantou... Sem se preocupar com proximidade de passadeiras, opiniões de penduras ou óbito de acompanhantes... Eu só desculpo porque deve ter saído o EuroMilhões... Aliás, deve ter mesmo saído (de fininho)... Fique pois registado que estão à beira da extinção o peão do passeio, o peão da via pública e mesmo o peão da passadeira... Julgar-me-á um flamingo num acidentado jogo da Rainha de Copas? x_x

domingo, dezembro 26, 2010

O Urso Que Não Cabia na Pia

Parece conto de Natal mas daqueles que é só para os mais pequenos... Contado ninguém acredita até porque quem vê diz que não dá para acreditar... Um lugarejo do tamanho de uma pia perdido no meio de nenhures... Um castrejo reluzente acabadinho de reconstruir com garras de urso... Um restaurante a merecer uma investigação... Umas lojinhas sem grande agitação... Gelo a degelar que só por si justifica o frio de rachar... Figuras rachadas pelo acto gelado de quem as partiu... Havia mesmo pias em número abundante e que a todos satisfez... Ursos é que, e apesar da minha má língua, nem vê-los...

sexta-feira, dezembro 24, 2010

quinta-feira, dezembro 23, 2010

quarta-feira, dezembro 22, 2010

segunda-feira, dezembro 20, 2010

quinta-feira, dezembro 16, 2010

TFM - 1ª Apresentação

Dez minutos medidos a cronómetro... Muito bem medidos e com direito a aviso bem sonoro... O quanto é que se pode dizer em dez minutos? O quanto é que se pode sofrer em dez minutos? Quantas perguntas é que podem nos colocar em dez minutos? (...) Uma pausa bem intencional, proposidamente medida e deliciosamente antecipada... Dizem-me que acabou por me escapar um sorriso pelo cantinho da boca... Eheheheheh... Assim acabei por não recorrer a um quebra-gelo programado mas acabei por gerir um momento de que os assistentes deverão guardar na memória... E devem ficar a perguntar-se o porquê daquela paragem... Esqueceu-se? Bloqueou? Está à espera de quê? Lolololol

sábado, dezembro 11, 2010

TFM - Actor Principal

Acordar cedo ao sábado não é para qualquer pessoa... Para mim já vai sendo hábito e hoje então fiquei com a certeza de que quero que seja um agradável hábito nos próximos tempos... Hoje tinha um primeiro encontro marcado... Enquanto que os céus permaneçam instáveis eu procuro a acção debaixo do toldo... Ou quase... Um programa que já conheço há mais de 10 anos... Alguns rostos que também já conhecia da outra perspectiva... Hoje tive a oportunidade de estar nos dois lados da perspectiva... De conhecer quem trabalha ali todos os dias... Humanos incluídos... E foi bom demais!!!

segunda-feira, dezembro 06, 2010

(noutra) Era (uma vez um museu)

Era uma vez um Museu... Numa outra era... Geológica de preferência... Um recanto para lá do arco junto a um restaurante conhecido... Uma outra tese em termos de teoria... Num fim de semana destes... Daqueles que, decorrido tanto tempo, já fazem quase parte do passado... Uma surpresa de museu.... Afinal... Não se tem que ir a Paris, a Frankfurt, a New York, a Tokyo ou a Londres... Menos espectacular, é certo... Mas com muito material de referência... Só é pena que as verbalizações em voz alta estraguem por completo o silêncio reinante... Outras eras.... Ou será que sou eu que já tenho aspecto de Amonite (Lytoceras fimbriatum) corada?

sábado, dezembro 04, 2010

quarta-feira, dezembro 01, 2010

Atracção Magnética

Todos temos taras... Umas mais acentuadas do que outras... Na maior parte das vezes totalmente inofensivas... Creio que uma das minhas taras cai nesta última categoria... Magnetos para o frigorífico com um perfil de requisitos mínimos bastante rigido... O que é que isto poderá significar? Que quando compro um magneto vejo-me sempre obrigado a comprar dois... Garanto que sem qualquer consumismo envolvido... Aliás, é bastante dificil preencher os tais requisitos mínimos... Quando encontro o tal par nem hesito com questões de preço... A raridade, procurada um pouco pelos 4 cantos do planeta, vale ouro... Há cerca de 15 dias os meus olhinhos voltaram a vibrar... Mas não há bela sem senão... Ando ainda à procura dos magnetos propriamente ditos... Falta-me a tal atracção magnética para unir ela (a zebra) e ele (o leopardo), eheheheheh