sexta-feira, janeiro 30, 2009

A Câmara Plana (Parte II)

Não pude deixar de explorar ainda mais algumas pequenas ideias daquele artigo de como usar um scanner em vez de uma máquina fotográfica... Primeiro fiz um arranjo com conchas de diversos moluscos (Nautilus sp., Lambis sp., Cypraea sp. e ainda uma concha não identificada que mais parece um caracol gigante)... E não perdi tempo a «disparar» e a «sacar» a foto mesmo com a tampa do scanner totalmente aberta... Humm... Esta profundidade da luz ambiente é fantásticamente negra!

E que tal com uma toalha de linho já quase com 1 século de idade a tapar tudo? A ideia é ficar com alguma textura por detrás... O século de idade não contribui para a foto mas sim para a saudade... Deste resultado também gosto... Para experiências fotográficas no ecran plano do scanner, acho que não está mal...

quinta-feira, janeiro 29, 2009

A Câmara Plana (Parte I)

Hoje entre discussões psicológicas comportamentais sobre a atitude na condução - onde me perguntei a mim mesmo quem é que estava a analisar quem - e contagem rádio-controlada das acentuadas acelerações cardíacas ao volante, houve um momento em que ainda deu para espreitar um artigo publicado numa revista sobre fotografia... A ideia era usar o vulgar scanner de mesa como se de uma máquina fotográfica se tratasse... Fiquei tão curioso que, mal cheguei a casa, peguei numa folha há muito ressequida de Populus nigra (mais conhecida como Choupo-negro ou Álamo-negro) e pus-me a experimentar... Ok... Sem muitas surpresas mas com umas ideias ainda na manga...

terça-feira, janeiro 20, 2009

Ruminantia (CAIC - #003)

Pegar em alguma coisa que nos diga muito... Trabalhá-la durante muitas dezenas de horas... Peça de referência para ir fazendo... Projecto pessoal... Ocorreram-me muitas ideias e andei ainda á volta com outras tantas... Peguei em ideias que no passado abordei de modo apaixonado... Aflorei as hipóteses de paixões que nunca abordei... Por fim acabei por ficar a olhar para esta mandíbula de ruminante e a decisão acabou por ficar tomada... Estava a guardá-la para um outro trabalho mas porque não utilizá-la neste? Falta-me eleger a técnica e começar a trabalhá-la desde já...

sábado, janeiro 03, 2009

Inqualificável

Na última ida à Natalis fartei-me de comprar prendas mas uma delas revelou-me a existência de um mundo paralelo no domínio do fantástico. O charme de alguns desses pequenos seres podem ser vistos em sitio próprio. Vou andar atento às migrações deste pequeno povo que resiste a qualquer análise sistemática no sentido de o classificar taxonomicamente...