quarta-feira, janeiro 30, 2008

Espécimes do Cabo Espichel (b) - Malacostraca

Depois do artigo de ontem tive hoje um rasgo de sorte... Não encontrava referências claras ao caranguejo apanhado na poça de maré no passado domingo. Tinha um bordo frontal totalmente recto, os olhos afastados, algumas marcas vincadas no dorso e só alguns pelos nas patas... Quando cheguei ao meu último livro... Encontrei-o! É quase de certeza um Pachygrapsus sp., da família dos Grapsídeos, ordem dos Decápodes e Classe Malacostraca.

terça-feira, janeiro 29, 2008

Espécimes do Cabo Espichel (a) - Rhodophyta

À primeira vista foi fácil descobrir esta... Utilizei o «El Mar Mediterráneo - II/1»; Hofrichter, Robert; Ediciones Omega; Barcelona; 2005. Parece tratar-se de uma Rodofita (alga vermelha), da Classe das Florideofíceas, da Ordem das Coralinales, da Família das Coralinaceáceas, de Género e Espécie Lithophylum byssoides... Em outros autores talvez um Lithophylum tortuosum... Decididamente uma alga vermelha e decididamente uma alga calcárea (dica do Pedro Salgado)... Quando a apanhei ainda tinha um anelídeo poliqueta (dica do Filipe da turma de IC) mas desde aí perdi-lhe o rasto...

A partir daqui a classificação deu mais luta... Ainda com a mesma bibliografia entendi que uma boa hipótese para este 2º espécime seria uma Florideofícea, Bonnemaisonial, Bonnemaisoniácea, Asparagopsis armata... Andei a afastar-lhe os ramos com uma pinça para melhor observar a estrutura das ramificações mas não sei se mesmo assim terei errado muito...

Neste aqui ainda tentei chegar a uma conclusão mas... Nem recorrendo aos meus (muitos) livros lá consegui chegar...

As dúvidas continuam a ser muitas neste quarto espécime... Sem muitas certezas, talvez tenha encontrado a solução em «Fauna y Flora del Mar Mediterráneo»; Riedl, Rupert; Ediciones Omega; Edicion mediterranea; Barcelona; 2000... Arrisco numa Florideofícea, das Gigartinales, das Plocamiàceas, Plocamium coccineum...

Como exercício foi interessante mas começo a considerar que isto é trabalho para um verdadeiro biólogo...

domingo, janeiro 27, 2008

Saída de Campo - Praia dos Lagosteiros


Hoje o dia foi todo dedicado à IC... Tivemos que nos levantar cedo para ir para o Cabo Espichel. O ponto de encontro era a praia dos Lagosteiros... Iríamos passar aí o dia todo a desenhar e a pintar...

Olha, a chatice...

^_^

Num primeiro reconhecimento do terreno fomos inspeccionar diversas pegadas de dinossáurios. Se o acesso a algumas era fácil, houve outras onde tivemos que mostrar alguma agilidade nos diversos planos inclinados. Nada de tonturas, por favor!

Eu particularmente, andei a inspeccionar as poças de maré e recolhi alguns espécimes interessantes. Necessitei de alguma esperteza e rapidez para apanhar um pequeno caranguejo... Infelizmente, e imediatamente após ter servido de modelo dentro de um frasquinho com água do mar, sucumbiu... O meu caranguejo não terá aguentado o stress de todo aquele estrelato?

Decidi também fazer algum trabalho de pormenor... Pedrinhas não faltavam... Foi fácil praticar a técnica a aplicar futuramente do projecto do «JARDIM NUMA CAIXA DE SAPATOS»... E aproveitei para tirar as aguarelas Sakura da mochila.

Finalmente decidi entrar na paisagem a aguarela... Houve trabalhos muito bons da parte dos meus colegas... O meu nem tanto mas como tudo na vida, e filosofias à parte, é tudo uma questão de paciência e de alguma prática...

sábado, janeiro 26, 2008

Porcellio - Fase 6

Enquanto ando entretido a por pequeninos pontinhos de tinta-da-china no poliéster... Aproveito algum tempo livre para explorar o meu espécime preferido: o isópode Porcellio scaber!!! Hoje mostro onde me levou um simples desenho a lápis de cor CARAN D'ACHE SUPRACOLOR SOFT II... Com 3 cores fiz um pequeno estudo em poliéster...

Depois apliquei por baixo do poliéster uma impressão em papel A4 de máquina feita a partir do meu esboço a grafite mas previamente colorida no computador a verde (cor fria e complementar do vermelho)... O desenho ganhou imediatamente profundidade a partir da transparência do polímero do plástico!

A partir daqui digitalizei para o computador e comecei a brincar com algumas ferramentas de tratamento de imagem (MICROSOFT PHOTO EDITOR, ADOBE PHOTOSHOP ELEMENTS e COREL PAINTER IX). As imagens resultantes somam as dezenas mas eu mostro aqui um cheirinho...











sexta-feira, janeiro 25, 2008

HMS Challenger

Encontrei um testemunho interessante dos tempos idos... A internet revela-se assim aquela ferramenta porque todos ansiávamos. Vale a pena ir espreitar o espólio que se encontra sobre a viagem do HMS Challenger. É uma inspiração benvinda nesta fase em que se avança com alguns desenhos e aguarelas em grande formato... Ainda por cima alguns dos ilustrados são primos próximos do meu pequeno Porcellio...

^o^

quarta-feira, janeiro 23, 2008

Fósseis de Ourém

Hoje fui surpreendido com um simpático gesto da Fátima do curso de IC... As pessoas às vezes surpreendem-nos da melhor maneira possível... Como quem não quer a coisa ela chegou perto de mim e disse qualquer coisa do género: «Como fizeste anos toma lá estes fósseis que eu apanhei no meu quintal!" Fiquei espantado... Por ela se ter lembrado de que eu gostava de fósseis... Por ela me ter dado algo a que eu dou tanto valor... Obrigado!!!

terça-feira, janeiro 22, 2008

A Ternura dos 40 ou SAKURA, Aquela Máquina

Pois é! Calha a todos... Mas desta vez tive aquela prenda que eu estava mesmo à espera... Pudera! Tinha sido encomendada por mim há já 3 meses nos EUA. Entre atrasos de envio, atrasos da nossa Alfândega e atrasos nos nossos correios, só recebi ontem a minha prenda especial. Veio mesmo a tempo! Ainda não a experimentei porque tenho andado «entretido» com a tinta-da-china. Por tê-la comigo quase que sinto já pertencer ao clube dos ilustradores... Yessss!

^_^

domingo, janeiro 13, 2008

Canis lupus signatus - Fase 00

Arranquei recentemente com mais um projecto de ilustração... Já tinha decidido há algum tempo que viria o dia em que enverdaria por este caminho... Sinto um fascínio por esta espécie selvagem e o nosso lobo ibérico (dito Lupus canis signatus) está em vias de extinção!







Deste modo estou a combinar diversas etapas nesta fase: recolha de elementos na bibiliografia, desenho livre no Caderno de Campo e estudo de algumas técnicas (na 1ª imagem usei carvão prensado e na 2ª imagem usei lápis de cor). São só 2 esboços de um total de 6 que já produzi sobre este tema. Se bem me conheço ainda a procissão vai no adro...

^_^

quarta-feira, janeiro 09, 2008

Porcellio - Fase 5

Embora ainda não esteja 100% satisfeito com a minha referência de linha e de grafite, chegou a altura de fazer alguns testes de tinta-da-china... Há que experimentar antes de perder horas a fio com o trabalho final... Primeiro comecei com uma caneta Faber-Castell 4 Pitt Artist Black S. Foi rápido e o resultado foi mediano pois para o fim a tinta começou a espalhar... Um problema a evitar no futuro!

De seguida fui à caixa das minhas velhinhas Rotring... Testei todas a ver se tinham tinta e a ver qual seriam os diâmetros. É natural eu trocar aparos com suportes mal identificados e vice-versa... Apostei num tamanho médio Rotring Rapidograph 0,35... Foi quase a escolha perfeita... Talvez mais pequeno ainda... Nesta escala talvez um 0,23...

E avancei para o «prato forte» que é o trabalhar com aparo... Peguei no meu «Ferrari» que, diga-se de passagem, eu nunca tinha conduzido, um tal de Speedball Hunt Artist Pen 104... Fiquei muito desiludido... Ou sou eu que começo a ficar cansado, ou é da tinta Pelikan 17 Black, ou então algo se passou com este aparo... Vou ter que fazer uma paragem para reequacionar e testar fora deste projecto!

Entretanto... Só para brincar... Peguei na minha fonte a grafite e no meu pontilhado a Rotring e juntei no computador. O efeito ficou giro!!!

Contabilizei cerca de 7 horas de trabalho só nesta fase... Calculo que demore o mesmo quando estiver na produção da arte final.... Ossos (duros) do ofício!

^_^

sexta-feira, janeiro 04, 2008

Porcellio - Fase 4

Desta feita foi a sério... Meti mão à obra para obter a minha referência final em grafite para a produção do meu projecto de tinta-da-china. Lápis Derwent 4B, mina de grafite de 0,5 mm, esfuminho pequenino e borracha de massapão. Estive cerca de 2 horas para chegar a este resultado. Só me falta saber se ainda tenho que trabalhar mais nesta grafite ou se para minha referência já posso avançar para a nova etapa de stippling.

quinta-feira, janeiro 03, 2008

Novo Caderno de Campo

Morreu o rei! Viva o Rei! Quase 3 meses depois de se ter dado início às aulas de Ilustração Científica, dou por mim com o meu 1º caderno de campo acabado. Tenho muito orgulho nele e dá para ver alguma evolução na expressão e na composição das páginas. Tenho entretanto andado a coleccionar cadernos de campo novos, que sejam giros, com piada, com algo de diferente... E tive um trabalhão para me decidir a escolher qual vai ser o 2º. Para variar escolhi o mais dificil de todos: é ENORME (quase 300 páginas) e não dá para pintar com aguarela... Vou ter que recorrer só a técnicas secas... Vamos a ver como corre...

quarta-feira, janeiro 02, 2008

Porcellio - Fase 3

Desta vez tinha como objectivo principal a produção do meu material de referência (desenho de linha) para todas as seguintes etapas. Por isso voltei a fotografar o meu isópode, recorrendo à (fraca) potencialidade de macro da minha câmera digital e tendo o máximo de cuidado nos enquadramentos e na iluminação. Esta última ainda precisa de uma pequena afinação... Tenho que comprar um novo candeeiro só para iluminar a partir do lado direito.

Com as minhas novas fotos digitais passei tudo para o computador onde dessaturei (para ficar a preto e branco), redimensionei (porque a foto ventral estava um pouco mais pequena do que a dorsal), fiz fotomontagem das duas fotos numa única imagem, ajustei muito só ligeiramente os brilhos e os contrastes.

Ainda hesitei em avançar com esta parte do trabalho de modo totalmente digital mas decidi iniciar o meu desenho de linha com lápis em poliéster. Mas apercebi-me de que não precisava de desenhar o animal todo. Afinal de contas existe a divisão sistemática Bilateria por alguma razão!!!

Digitalizei aquela imagem para o computador e pus-me a partir ao meio (pelo seu eixo de simetria bilateral) as duas vistas do animal. Primeiro cortei a vista dorsal direita...











Depois cortei a vista ventral direita...














E por fim, depois de ter criado as respectivas imagens invertidas verticalmente, juntei todas as 4 imagens numa só... Não me importei com algumas imperfeições originadas pelas manipulações de imagem nesta fase porque iria corrigir tudo a lápis mais tarde.


Algumas das incorrecções tinham aliás a ver com a própria anatomia do meu isópode. Ao fim de tantos dias e de tantas voltas já tinha perdido as 2 antenas, os 2 uropódes estavam desaparecidos e não se viam as patas na vista dorsal. Recorri a um desenho extremamente claro de uma outra espécie (Oniscus asellus) que, pertencendo também àquela superfamília dos Oniscoideídos, me dava garantias de se aproximar bastante ao meu Porcellio scaber. Como se trata de um projecto para a aula de Ilustração Científica, achei que não devia fazer muito mal ter tomado esta opção.

Tive que recorrer nesta fase a todas as minhas referências, algumas delas aquelas que eu já tinha produzido a partir de fotos com o Porcellio ainda vivo. E tive mesmo que recorrer ao meu conta-fios para tirar teimas entre a bibliografia e o meu espécime.


Posto isto, meti-me outra vez ao trabalho de lápis e consegui (finalmente!!!) o meu desenho de linha. Embora já tenha entretanto detectado três pequenas incorrecções no desenho, vou descansar porque a partir de agora sei que as seguintes fases é que vão ser a doer...

^_^

terça-feira, janeiro 01, 2008

Porcellio - Intermezzo

Eheheheheh... A vida é louca mas a humanidade é ainda mais...

O dito
Bathynomus giganteus, primo grande do meu pequenino Porcellio, vive nos fundos oceânicos e recentemente tem recebido uma atenção desmesurada por parte dos media em geral e da internet no particular...

Tem direito até a um àlbum de
música (ponham o volume das colunas no máximo!!!). Salvem os isópodes gigantes... Amem os isópodes gigantes... LOLOLOLOL

Para comprar neste Ano Novo que começa em 2008... Para se poder apreciar os maravilhosos 17 temas:

1. Paul Hawkins - Isopod (I can evolve)
2. Pocus Whiteface - Giant Isopods Ate My Well-Known Brand of Corn Chips
3. Pagan Wanderer Lu - An Isopod Is Cute In The Eyes Of An Isopod
4. Silence at Sea - Gladiators on Repeat
5. Plurals - What Know They Of Bathynomus?
6. Thee Merricks - Chitinous Tease
7. The Jaynes - Crusty The Isopod
8. Stealthtones - Nefarious Crustacean Confectionary Debacle
9. Little My - In Isolation Nothing Makes Sense
10. Werk - Giant Isopods Have Stolen My Gameboy
11. Jam on Bread - Isopod in my bathroom
12. The Silent Clothes - Hold it Together
13. Tom Lee - Two Letters Less Than The Apple
14. Time Space Repeat - Rise of the Giant Isopods
15. Meles Meles - Isopod Love Song
16. Ziggy Bolus & The Thomas Fergusson Band - Me, Myself & Isopod
17. Hello World - Vorarephilia